Home / DESTAQUE / Mulher assassinada em Itaperuna teria sido morta pelo ex-genro, que já está preso
Material apreendido pertenceria ao suspeito

Mulher assassinada em Itaperuna teria sido morta pelo ex-genro, que já está preso

Já está preso o principal suspeito do assassinato da dona de casa Simone Mariah, de 47 anos, executada com pelo menos seis tiros na noite desta quarta-feira (16), na Rua Motorista Valdir Macedo, na comunidade do Castelo, no complexo do Morro do Cristo, na região central de Itaperuna. Segundo informações da Polícia Militar, logo após o crime, equipes passaram a realizar diligências e chegaram nesta quinta-feira (17), até o elemento identificado apenas como “D.G”, de 25 anos, que ainda tentou fugir do cerco à sua residência – que fica na mesma rua onde aconteceu o crime – mas acabou detido pelos PMs. No imóvel, os agentes encontraram celulares, touca ninja, munição 9mm e dois carregadores de mesmo calibre, enquanto outra touca e mais 18 munições calibre 38, foram encontrados na casa da mãe do envolvido, que é ex-genro da vítima.

O suspeito, que segundo os investigadores estaria foragido do sistema penitenciário e que seria integrante de facção criminosa e membro do tráfico local, assassinou a mulher, pois desconfiou que ela estaria repassado informações para a polícia. Familiares da mulher, confirmaram as ameaças de morte anteriores. Autuado por posse de munição e homicídio na 143ª DP, o acusado já seguiu para o presídio da cidade.

Da redação da Rádio Natividade