Home / DESTAQUE / Polícia Ambiental deflagra ações em cinco municípios do Noroeste Fluminense

Polícia Ambiental deflagra ações em cinco municípios do Noroeste Fluminense

Ao longo das últimas 48 horas, equipes de policiais ambientais lotados na 3ª UPAm/Parque Desengano, deflagraram ações em pelo menos cinco municípios da Região Noroeste Fluminense, onde constataram irregularidades.

Na localidade do “Vai Volta”, zona rural de Laje do Muriaé, se verificou a existência de área desmatada, com corte de  árvores nativas, medido cerca de meio hectare, no interior de uma propriedade. Próximo dali, um lavrador já havia sido preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo (leia abaixo).

Em São José de Ubá, 16 pássaros da fauna silvestre brasileira, mantidos ilegalmente em cativeiro, foram resgatados na casa de um trabalhador rural de 67 anos, no local conhecido como “Água Limpa”. Enquanto isso, outras sete aves, em situação idêntica, foram apreendidas na Rua Francisco Dias Tostes, no bairro Centro Redendor, Miracema, onde eles também flagraram o represamento ilegal de curso de água, no interior de uma fazenda (fotos).

Os agentes também comprovaram o corte de árvores em trecho medindo aproximadamente um hectare nas proximidades do distrito de Campelo, Pádua.  E por fim, interditaram na tarde desta segunda-feira (15), o lixão municipal, mantido sem licenças ambientais, pela Prefeitura de Cambuci, na estrada que liga as comunidades da Boia e Santa Santa Rita, no perímetro rural.

Todos os pontos deverão passar por perícia e os envolvidos, intimados a prestar depoimentos nas respectivas delegacias, enquanto que os pássaros, assim que possível, serão colocados em liberdade. Denúncias podem ser feitas através dos telefones (22) 2561-3228 ou 0300-2531177.

Da redação da Rádio Natividade