Home / DESTAQUE / Jovem universitária morre após ingerir grande quantidade de medicamentos em Itaperuna

Jovem universitária morre após ingerir grande quantidade de medicamentos em Itaperuna

No início da tarde deste sábado (10), uma universitária de 21 anos, morreu após supostamente ingerir grande quantidade de medicamentos, no interior da residência de familiares, no bairro Aeroporto, Itaperuna. A jovem, que era acometida de depressão, chegou a ser socorrida ao Hospital São José do Avaí, mas não resistiu e faleceu na unidade. O corpo foi removido ao IML e o registro, lavrado na 143ª Delegacia. Através das redes sociais, amigos e professores da universidade onde a vítima cursava o quinto ano de medicina, lamentaram seu falecimento precoce.

Uma simples ligação pode salvar vidas

As ligações de prevenção de suicídio feitas para o Centro de Valorização da Vida através do número 188 são gratuitas para todo o Brasil.O Centro de Valorização da Vida (CVV) é uma associação civil sem fins lucrativos que trabalha com prevenção ao suicídio, por meio de voluntários que dão apoio emocional a todas as pessoas que querem e precisam conversar. Eles recebem treinamento adequado e não precisam ter formação em psicologia. Todas as ligações são sigilosas.Esta ação faz parte do plano de metas do ministério para diminuir as taxas de suicídios no Brasil em 10% até 2020.

11 mil suicídios por ano

Atualmente, a média nacional de suicídio é 5,5 casos a cada 100 mil habitantes. Segundo dados do Ministério da Saúde, em média, 11 mil pessoas tiram suas próprias vidas no Brasil a cada ano. Quando dividido por faixa etária, os índices em idosos preocupam: foram 8,9 casos a cada 100 mil habitantes nos últimos anos. Os seis estados com maiores taxas de suicídio no país são Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Roraima, Piauí e Amazonas. Até 2016 o CVV tinha uma média de um milhão de atendimentos. Em 2017, esse número dobrou e em 2018 são esperados mais de 2,5 milhões de atendimentos pelo 188.

Da redação da Rádio Natividade