Home / DESTAQUE / Eleição suplementar em Laje do Muriaé acaba com quatro detidos e denúncia de ameaças e agressão
Ex-vice-prefeito (de rosa), afirmou ter sido agredido

Eleição suplementar em Laje do Muriaé acaba com quatro detidos e denúncia de ameaças e agressão

A eleição suplementar de Laje do Muriaé, que neste domingo (28) elegeu outra vez o ex-prefeito José Eliezer, foi considerada bastante acirrada e com diversas ocorrências registradas ao logo do dia por fiscais da Justiça Eleitoral.

Na cidade, pelo menos quatro pessoas foram autuadas por irregularidade ligada a disputa. De acordo com informações apuradas pelo jornalismo da Rádio Natividade, três homens de 62, 53 e 44 anos, teriam sido flagrados realizando boca de urna. Com um deles, os agentes apreenderam material de campanha.

Já um guarda municipal de 50 anos, que estava de serviço, acabou detido e acusado de prevaricação. Todos prestaram depoimento na 138ª Delegacia e responderão em liberdade. O ex-vice-prefeito da cidade (cassado com o prefeito Dr. Rivelino), Marcos Fonseca Alvim, o Tico, compareceu à distrital, alegando ter sido agredido e ameaçado por um grupo de adversários.

Da redação da Rádio Natividade – Foto: Blog/Adilson Ribeiro