Home / DESTAQUE / Itaocara é líder em notificações de dengue na Região Noroeste

Itaocara é líder em notificações de dengue na Região Noroeste

A cada 50 moradores de Itaocara, pelo menos um teria contraído chicungunha ou dengue neste ano. O município lidera as notificações na região Noroeste Fluminense e ocupa a quarta posição no interior do estado, atrás apenas de São Fidélis, Saquarema e Campos dos Goytacazes.

Até esta terça-feira (26), o município havia notificado 469 casos de arboviroses (dengue, chicungunha ou zika), segundo o último informe epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de Itaocara. Desse total, 147 deram positivos para chicungunha, dois para dengue e 127 ainda aguardam os resultados. Os demais (193) não constataram arboviroses.

De acordo com dados do portal Info Dengue, desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Fundação Getúlio Vargas (FVG), até a semana passada Itaocara liderava os casos notificados de chicungunha e dengue no Noroeste Fluminense. No interior do estado, o município só ficou atrás de São Fidélis, com 646 casos, Saquarema, com 754 casos, e Campos dos Goytacazes, com 1.702 casos. Itaocara e São Fidélis continuam em alerta vermelho para a epidemia da doença, apesar da queda de notificações nas últimas semanas.

Aperibé também está em situação de epidemia. O município, segundo a Fiocruz, possui 77 casos notificados de chicungunha e 23 casos notificados de dengue. Santo Antônio de Pádua deixou a situação de epidemia, mas acumula no ano 247 notificações das duas arboviroses.

Da redação da Rádio Natividade com informações da Folha Itaocarense