Home / DESTAQUE / Empresários de Itaperuna se reúnem para discutir a distribuição do gás natural na cidade

Empresários de Itaperuna se reúnem para discutir a distribuição do gás natural na cidade

A Representação Regional FIRJAN/CIRJ no Noroeste Fluminense recebeu, na última segunda-feira, uma equipe da Ceg Rio, empresa do grupo Gás Natural Fenosa, que é responsável pela implantação do novo sistema de fornecimento de gás natural na cidade de Itaperuna.

Priscila de Castro e Samir Lessa, representantes da empresa, informaram aos empresários que a rede estruturante já está sendo construída a uma profundidade de 1 metro e meio da superfície. Serão cerca de 9 km de tubulações. A ideia é, inicialmente, abastecer o centro da cidade e depois ampliar a distribuição para outras regiões do município, inclusive o bairro Niterói, onde hoje estão instaladas empresas que produzem charque.  Segundo Priscila Castro, a previsão é que até o fim do ano parte do abastecimento já esteja em operação.

Itaperuna vai contar ainda com uma estação de descompressão, que também já está sendo construída. Essa estação será responsável pela distribuição do gás que chegará à cidade por caminhões. “Além de mais segurança, o gás natural pode proporcionar às empresas uma economia de até 40% no consumo de gás”, informou Priscila Castro.

Itaperuna é o município polo do Noroeste Fluminense e responsável por 30% da economia regional. “Ter gás disponível significa um incremento das atividades industriais. Isto ajuda a tornar a cidade mais competitiva” afirmou o Gerente Regional da Firjan no Noroeste Fluminense, Luiz Mário Concebida.

A implantação de rede de distribuição de gás é um dos pleitos da Agenda Regional do Mapa do Desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro 2016/2025 – Noroeste, que tem como objetivo mostrar a visão da indústria sobre os principais problemas da região e traçar uma estratégia para as ações do Sistema FIRJAN, dentro de um horizonte de 10 anos.

O Mapa do Desenvolvimento 2016-2025 foi construído por mais de mil empresários e envolveu os 92 municípios do estado do Rio. Além do documento estadual, foram desenvolvidas 10 Agendas Regionais que abordam e aprofundam questões específicas e refletem a visão dos empresários locais.