Home / DESTAQUE / Novo caso de febre amarela em humanos é investigado em Carangola (MG)

Novo caso de febre amarela em humanos é investigado em Carangola (MG)

Um novo caso de febre amarela em humanos está em investigação em Carangola, na Zona da Mata. A informação consta no boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (10) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). A cidade já tinha um caso semelhante em investigação, assim como em Espera Feliz, que tem dois e Orizânia, com um.

Em todo o estado, 744 casos em humanos estão em investigação e 288 foram confirmados. Na região, não houve nenhuma morte pela doença em 2017. Os exames estão sendo feitos no Instituto Evandro Chagas, no Pará, que é a referência em febre amarela no país, mas não há previsão para divulgação do resultado.

No caso de febre amarela em macacos, os números da Zona da Mata se mantiveram. Até esta sexta, foram confirmadas mortes de dois primatas infectados em Ewbank da Câmara, um em Juiz de Fora e um em Leopoldina. Em todas as cidades, ações de vacinação foram reforçadas pelas secretarias de Saúde.

Os casos registrados em macacos são divididos entre rumores e em investigações. Rumor é quando o animal é encontrado morto e não é possível coletar material para o exame que diagnosticaria a causa da morte. Atualmente, em Minas Gerais, foram registrados 135 rumores, 88 em investigação. Outros 94 mortes de macacos por febre amarela foram confirmadas.

Da redação da Rádio Natividade com informações do G1