Home / DESTAQUE / Exclusivo: Testemunhas revelam detalhes sobre o crime passional que chocou Itaperuna
Wellington de Jesus Fonseca, de 23 anos (acima do detalhe) matou a companheira e depois cometeu suicídio

Exclusivo: Testemunhas revelam detalhes sobre o crime passional que chocou Itaperuna

Uma tragédia chocou a população de Itaperuna, no início da manhã desta quarta-feira (01). Informações apuradas pelo jornalismo da Rádio Natividade junto a fontes policiais, dão conta de que Wellington de Jesus Fonseca, de 23 anos, invadiu por volta das 08:40h a residência do sogro, na Rua Geraldo Pedro, no bairro Niterói e armado com um revólver, teria atirado contra o homem, que não chegou a ser atingido. Em depoimento na 143ª Delegacia, José Geraldo Nunes da Silva, de 47 anos, contou que no momento em que abria o porta-malas de seu carro, na garagem do imóvel, foi surpreendido por Wellington (estava escondido dentro do carro), que abriu fogo contra ele por duas vezes, porém, não conseguindo lhe alvejar.

O rapaz bateu em fuga e instantes depois, na Rua Oswaldo Cruz, abordou a dona de casa M.L.V.P.S., de 44 anos, que sob a mira da arma, foi obrigada a lhe entregar a bicicleta, usada pelo suspeito para chegar a até a Rua Malvina Cunha, onde a ex-companheira, Natália de Lima Nunes, de 19 anos, com quem havia brigado e agredido no dia anterior, havia passado a noite com a filha do casal, uma menina de um ano e oito meses. Um registro de ocorrência de lesão corporal chegou a ser lavrado nesta terça-feira (28), na distrital itaperunense.

Na casa pertencente a um primo de Natália, estavam além deste, o pai, a esposa e sua filha de quatro anos. As testemunhas revelaram terem sido surpreendidas por estampidos e quando se deram conta, já viram Wellington, dentro do imóvel com um revólver calibre 38 nas mãos ameaçando a mulher. Após terem em vão, tentado convencer o rapaz a se acalmar, este puxou o gatilho e disparou duas vezes contra vítima, que morreu sobre o sofá da sala. Ele ainda teria tentado atirar contra a própria cabeça, mas o revólver falhou. Foi então que Wellington, ainda de acordo com as testemunhas, seguiu até a cozinha e de posse de uma faca de churrasco, golpeou o próprio pescoço e se jogou em cima do corpo já inerte da mulher.

Instantes depois, o imóvel foi invadido por policiais militares do 29º BPM, que haviam sido acionados pelo pai de Natália e chegaram a se deslocar até a casa do envolvido, no bairro Cehab, mas não o localizaram. Bombeiros do 21ª GBM, já encontraram o casal, um sobre o outro, sem os sinais vitais. Peritos do Posto Regional de Polícia Técnica Científica (PRPTC), apreenderam o revólver calibre 38, estojos de munições deflagradas e a faca, todos usados no crime passional, cujos maiores detalhes ainda estão sendo levantados pelos investigadores da Polícia Civil. Os corpos foram removidos ao IML.

Da redação da Rádio Natividade – Fotos: Blog Adilson Ribeiro


O Delegado Henrique Lobato (no centro) comanda as investigações – A bicicleta roubada também foi apreendida
Os corpos foram removidos ao IML