Home / NATIVIDADE AGORA / Apesar da eleição, Hospital Natividade segue sem presidente

Apesar da eleição, Hospital Natividade segue sem presidente

Apesar de o conselho da Caixa dos Pobres de Natividade ter elegido sua nova diretoria no último dia 13 de fevereiro, o hospital mantido pela entidade (HN), segue sem presidente. Tudo porque, o escolhido por eles, o médico Márcio Assis Ribeiro, estaria com problemas na esfera jurídica e por isso, impedido de celebrar convênios com o poder público. A questão seria ligada ainda aos tempos em que o profissional exerceu o mandato de prefeito da cidade no final dos anos 90.

Diante da vedação, de acordo com fontes ouvidas pela Rádio Natividade, ele não poderia, por exemplo, na condição de representante do HN, renovar o já vencido contrato com a prefeitura local, hoje, principal financiadora da unidade de saúde, que recebe ainda pacientes das vizinhas Porciúncula e Varre-Sai.

Desde então, os 11 conselheiros estariam discutindo uma saída para o imbróglio e não se descarta, dentre outras opções, o retorno do antigo administrador Nicola Kabouk, cujo final do mandato que venceria no meio do ano foi antecipado, em nome das “boas relações” governo/hospital. Interlocutores afirmam que ele até aceitaria o bastão de volta, mas sob certas condições.

Kabouk é cunhado do ex-prefeito Chico da Saúde e marido da vereadora Dra. Ivete, ambos do PT e tidos como opositores do atual grupo de comanda a cidade. Até lá, os repasses mensais seguem bloqueados e os salários de funcionários e pagamento de fornecedores, atrasados.

Atualização: O médico Nicola Kabouk, aceitou permanecer provisoriamente à frente do hospital, até nova deliberação do conselho, cuja tendência é convocar em breve, nova eleição. No entanto, não há data confirmada para tal.

Da redação da Rádio Natividade

*Matéria publicada antes da assinatura do convênio na tarde desta quarta-feira

Hospital Natividade elege sua nova diretoria

Nova diretoria do Hospital Natividade poderá ser eleita em breve