Home / DESTAQUE / MPF recomenda que TSE rejeite recurso do prefeito eleito de Varre-Sai

MPF recomenda que TSE rejeite recurso do prefeito eleito de Varre-Sai

Com o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ), o prefeito eleito de Varre-Sai Silvestre José Gorini e seu vice, João Said, recorreram ao órgão superior em Brasília e aguardam decisão do TSE, que definirá, de acordo com a própria corte, até o próximo dia 19 de dezembro, todas as pendências dos municípios brasileiros.

Enquanto isso, a cidade permanece em estado de total expectativa, já que dependendo da interpretação dos ministros, o município poderá passar por novas eleições, já que uma vez persistindo o impedimento de Gorini, seus 3.511 votos (53,37% dos votos válidos), seriam considerados nulos.

Apesar de a chapa se mostrar confiante de que o quadro será revertido, um golpe contrário, acabou sendo desferido esta semana, depois que o Ministério Público Federal (MPF), através da Procuradoria Geral Eleitoral, recomendou que o recurso impetrado pela defesa, seja indeferido e se mantenha assim, a sentença de 2ª Instância, que condenou o candidato a prefeito a perda de direitos políticos por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. Ainda não há data para o julgamento do caso, que está sendo relatado pelo ministro João Otávio de Noronha.

varre-sai-mpf

 

Entenda o caso, lendo as publicações abaixo:

TRE-RJ acolhe pedido de impugnação de candidatura do prefeito eleito de Varre-Sai, que pode ter pleito anulado

Varre-Sai e outras sete cidades do RJ estão com eleições aguardando decisão da Justiça

Prefeito eleito de Varre-Sai sofre mais um revés do TRE-RJ