Home / ENTREVISTAS / Grupo de Airsoft fará apresentação neste sábado (14) em Natividade – OUÇA

Grupo de Airsoft fará apresentação neste sábado (14) em Natividade – OUÇA

Integrantes do Grupamento de Operações Táticas Fantasma, uma equipe de airsoft, sediada na vizinha Porciúncula, deverá ser apresentar neste sábado (14), em Natividade. A informação foi confirmada pelo líder do grupo, Gustavo Muniz, que durante entrevista à Rádio Natividade, falou um pouco mais sobre o esporte, que tem pouco a pouco, conquistado adeptos na região. Os cerca 20 “operadores”, como são chamados irão a “campo” no bairro Cantinho do Fiorello, a partir das 14h e as casas populares, ainda em contratação naquela comunidade, deverão servir de cenário. O evento é aberto ao público em geral.

OUÇA:

Comandante do grupo, Gustavo Muniz, falou à Rádio Natividade
Comandante do grupo, Gustavo Muniz, falou à Rádio Natividade

Saiba mais:

O Airsoft é um esporte em que os jogadores participam de simulações de operações militares e policiais, utilizando táticas e estratégias militares, porém, com fins recreativos. Para a prática da modalidade, são utilizados uniformes camuflados reproduzindo roupas militares originais e armas de pressão (por ação de mola automática/elétrica ou gás comprimido) que utilizam projéteis de plástico (não letais). As armas são réplicas fieis, mas confeccionadas em plástico e madeira (há modelos em metal), utilizando projéteis de 6 mm ou 8 mm.

Também chamado de Softair, o esporte ainda dá seus primeiros passos no Brasil, mas já é bastante popular em países da Ásia, como Japão e China, além de Coreia do Sul, Filipinas e Taiwan, que também são os principais fabricantes de armamento esportivo. Em Portugal, o sucesso é crescente, e já há lojas especializadas, equipes oficiais e uma federação nacional que organiza jogos e competições anuais que chegam a reunir centenas de pessoas.

A modalidade, criada no Japão nos anos 80, é também inspirado no universo dos games, arregimentando alguns fãs que desejavam vivenciar pessoalmente as missões e aventuras vividas na tela dos consoles. O Airsoft chegou ao Brasil no começo dos anos 2000, mas o comércio das armas de pressão precisou ser regulamentado pelo exército nacional. Assim, o armamento de Airsoft precisa necessariamente possuir suas extremidades pintadas de vermelho ou laranja, o que o diferencia das armas de fogo, e precisam ter um certificado de registro emitido pelo Exército.

Além disso, as armas de Airsoft só podem ser vendidas para maiores de 18 anos, público exclusivo da modalidade no Brasil. Por aqui, o esporte ainda está em regulação, com um projeto de lei tramitando no Congresso Nacional, que visa a um controle maior da atividade, a fim de garantir a segurança dos participantes.

air