Home / DESTAQUE / Em Porciúncula comerciante é ameaçado depois de se negar a servir cachaça para cliente

Em Porciúncula comerciante é ameaçado depois de se negar a servir cachaça para cliente

O fato de ter se negado a servir mais cachaça para um cliente já bastante bêbado, foi motivo para que o comerciante A.C.V.G., de 63 anos, se tornasse vítima de ameaça, na zona rural de Porciúncula. O homem que é proprietário de uma mercearia, às margens da RJ 230 – Porciúncula a Antônio Prado de Minas – acionou o serviço de radiopatrulha da 3ª Companhia do 29º BPM, depois que um de seus fregueses, o jovem M. M.R., de 20 anos, revoltado por conta de sua negativa de lhe fornecer mais bebida, quebrou um dos copos e com os estilhaços, avançou sobre a vítima, que conseguiu se proteger. O caso foi parar na 139ª Delegacia Legal, que registrou a tentativa de lesão corporal.

Da redação da Rádio Natividade