Home / DESTAQUE / Natividade: Foragido acusado de homicídio é preso pela PM no interior de imóvel supostamente alugado para igreja evangélica

Natividade: Foragido acusado de homicídio é preso pela PM no interior de imóvel supostamente alugado para igreja evangélica

Um jovem considerado foragido da justiça de Angra dos Reis foi preso na tarde desta terça-feira (05), por policiais militares lotados no DPO de Natividade. Durante patrulhamento de rotina pelas ruas da cidade, o sargento Diogo e o soldado Neres, receberam informação de que um desconhecido, estaria residindo no interior de um imóvel, onde até recentemente funcionou uma igreja evangélica, na Rua Oliveira Dias, no bairro Vila Almeida.

Ao se deslocarem até o ponto indicado, os PMs localizaram o suspeito, que informou que estava ali, com a autorização de um suposto pastor, que teria permitido que ele residisse naquele local provisoriamente. No entanto, ao ser conduzido até a 140ª Delegacia para averiguação, descobriu-se que contra Maicon da Silva Pereira, de 27 anos (no detalhe da foto), havia desde 30/07/2015, um mandado de prisão provisória de 30 dias, expedido pelo juiz Ivan Pereira Miracos Júnior, que determinava sua imediata detenção. No mesmo imóvel – que segundo fontes ainda estaria alugado para a instituição religiosa – foram localizados pertences de outro rapaz, que não se encontrava. Mas com base em seus dados pessoais e após buscas no sistema da Polícia Civil, nada havia de pendente contra ele.

O crime:

Maicon da Silva Pereira é o principal suspeito de ter assassinado a golpes de algum objeto contundente, possivelmente madeira, o marinheiro André Luís dos Anjos Duarte, na época com 42 anos, na cidade de Angra dos Reis, litoral sul do Rio de Janeiro. O crime, de acordo com o apurado pela Rádio Natividade, teria ocorrido durante a noite do dia 27/04/2015, em plena via pública em um dos bairros da cidade. A vítima chegou a ser socorrida por bombeiros, mas já deu entrada no Hospital Geral da Japuíba, sem vida. O marinheiro estava armado com uma faca na cintura.

Da redação da Rádio Natividade – Foto: Rádio Natividade