Home / DESTAQUE / Aposentada procura delegacia de Natividade para registrar tentativa de golpe do “carro quebrado”

Aposentada procura delegacia de Natividade para registrar tentativa de golpe do “carro quebrado”

Por muito pouco a aposentada M.A., de 63 anos, moradora do bairro Balneário, Natividade, caiu em um golpe, que vem sendo praticado ultimamente na região. No estelionato, o golpista telefona aleatoriamente para a vítima e diz se tratar de um familiar – no caso da aposentada, disse que era primo – e que estaria com o carro quebrado, necessitando de dinheiro para o reparo. Acreditando ser de fato um parente, a vítima efetua o depósito em uma conta fornecida pelo bandido. No caso de Natividade, a mulher desconfiou e não sofreu prejuízo. A 140ª Delegacia investiga.

O GOLPE:

Esse é um golpe muito cometido por detentos de presídios do Brasil. O criminoso liga para números aleatórios e quando alguém atende, se passa por parente da vítima, e diz que está com o carro quebrado na estrada e que precisa de dinheiro para o guincho ou para pagar o mecânico. A vítima acreditando que o parente está com dificuldades realiza o depósito. Em outra versão do golpe, o estelionatário pode pedir crédito de celular, supostamente para manter contato com a seguradora e com familiares. O que leva as pessoas a caírem nesse golpe é a vontade de ajudar o familiar. É necessário que a pessoa, antes de tomar qualquer decisão, se acalme, e cheque as informações. Conferir se o número do telefone de que recebeu a ligação é o mesmo do parente e entrar em contato com os familiares mais próximos da pessoa para saber se realmente a situação tem possibilidade de ser real, são maneiras de evitar cair no golpe.

Da redação da Rádio Natividade