Home / DESTAQUE / Programa Prefeitura Legal capacitou centenas de servidores de quatro municípios do Noroeste Fluminense

Programa Prefeitura Legal capacitou centenas de servidores de quatro municípios do Noroeste Fluminense

Entre os meses de agosto e setembro, o Sistema FIRJAN, por intermédio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), capacitou 406 servidores públicos dos municípios de Itaperuna, Aperibé, Itaocara, Cambuci e São José de Ubá em cursos de gestão pública.

A iniciativa integra o programa Prefeitura Legal, iniciativa da Federação que tem como objetivo melhorar a qualidade dos serviços públicos oferecidos pelas prefeituras e, assim, aprimorar o ambiente de negócios da região. Nas quatro cidades, foram ministrados os cursos “Gestão Estratégica de Liderança” e “Excelência no atendimento ao contribuinte/cidadão”.

Outros 315 servidores, de Laje do Muriaé, Miracema, Santo Antônio de Pádua e Itaperuna, já participaram de cursos de gestão pública este ano. Segundo levantamento do Sistema FIRJAN, de 2009, quando o programa Prefeitura Legal foi colocado em prática, até o ano passado, mais de 2.800 servidores públicos municipais receberam capacitação em diversas áreas.

O cronograma de cursos terá continuidade nesta semana, entre quinta e sexta-feira, dias 1 e 2 de outubro, quando serão capacitados servidores do município de Natividade.

Sobre o Prefeitura Legal

Além dos cursos de gestão pública, o programa oferece às prefeituras dos treze municípios do Noroeste Fluminense e de Cardoso Moreira, no Norte do estado, outros serviços gratuitos, especializados e customizados. Entre eles, a regularização e o monitoramento dos municípios no Sistema Cauc/Siafi (Cadastro Único de Convênio do Sistema Integrado de Administração Financeira), ferramenta da Secretaria do Tesouro Nacional, para viabilizar a captação de verbas voluntárias governamentais direcionadas a investimentos.

Também integra o Prefeitura Legal o serviço de gestão de projetos, que tem como parceiro a Faculdade Redentor. O objetivo é oferecer suporte às demandas dos departamentos de projetos das prefeituras, disponibilizando estudantes universitários para auxiliar na elaboração de projetos técnicos.

Em 2014, o programa foi expandido para outros municípios do estado do Rio de Janeiro. Desde então, serviços vinculados ao Prefeitura Legal passaram a ser disponibilizados a sete prefeituras da Baixada Fluminense.