Home / DESTAQUE / Itaperuna realiza 1º Encontro de profissionais em saúde mental

Itaperuna realiza 1º Encontro de profissionais em saúde mental

Com o tema “Programa de Saúde Mental em Itaperuna: Encontro para a Melhoria da Qualificação de Rede Intersetorial”, o primeiro encontro de profissionais do setor foi realizado no município itaperunense, reunindo especialistas da área e demais profissionais, incluindo equipes de municípios da Região Noroeste Fluminense.

Dentre os participantes, o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues (Alfredão); Marcelo Poeys, secretário Municipal de Saúde; Fábio de Castro Júnior, promotor da Vara Especial em Itaperuna; Moacir Pereira, defensor público; e outros convidados.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), doenças relacionadas à saúde mental, como os transtornos mentais e as mudanças de comportamentos, afetam cerca de 12% da população mundial. Esses dados mostram como é grande o impacto dessas doenças no ser humano.

Ana Maria Ferreira Soares (Enfermeira Ana), coordenadora Municipal do Programa de Saúde Mental, informou que o município de Itaperuna conta com o trabalho de médicos psiquiatras, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e outros profissionais de Saúde, que prestam especial atenção no CAPS ad (Centro de Atenção Psicossocial álcool e drogas), CAPS II, CAPS i (Centro de Atenção Psicossocial infantil), residências terapêuticas e no Ambulatório de Saúde Mental.

É importante destacar que o município tem o objetivo de articular de forma integral o atendimento e a assistência dos usuários do SUS, principalmente aqueles que necessitam e usam os serviços do Programa Municipal de Saúde Mental em Itaperuna e região.

Transtornos mentais são a terceira causa de afastamento do trabalho no Brasil

De acordo com Patrícia Fróes, responsável pelo CEREST/NO, no Brasil os transtornos mentais são a terceira causa de afastamento do emprego. “Como também os problemas psicológicos gerados por múltiplos fatores no ambiente de trabalho. Esses números de afastamentos vem crescendo em uma proporção que impressiona, acarretando  longos períodos de afastamentos dos profissionais e inchando ainda mais a máquina dos benefícios previdenciários com novos casos, ano pós ano”, diz Patrícia.

O secretário Marcelo Poeys enalteceu o desempenho dos profissionais da saúde mental de Itaperuna e região e acrescentou que o evento busca melhorar a articulação entre as equipes. “É imprescindível essa parceria, pois, todo o sistema deve está disponível para atender a demanda dos pacientes com transtornos mentais. Esses momentos refletem a busca por um atendimento humanizado e especializado. Devemos primar pela humanização da saúde em nossa região”, destaca o secretário.

O prefeito Alfredão apoia a iniciativa e destacou a união entre os profissionais da região. “Nós precisamos ter em mente uma rede de assistência e para que isso se consolide, há a necessidade de capacitações, para que se qualifique não só os profissionais como os atendimentos aos pacientes. O fortalecimento entre os profissionais e usuários, tanto na porta de entrada como no tratamento, devem ser especializados. Por isso é necessário capacitar, para que se tenha um maior comprometimento e fortalecimento do trabalho de forma multidisciplinar”, finaliza Alfredão.

Da redação com informações do Nices/Decom