Home / DESTAQUE / PMs do 29º BPM ganham qualidade de vida ao adotarem hábitos saudáveis

PMs do 29º BPM ganham qualidade de vida ao adotarem hábitos saudáveis

Diariamente policiais militares do 29º Batalhão de Polícia de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, trocam a farda por roupas mais leves. O motivo é um projeto que está mudando a vida dos militares para melhor e trazendo bons resultados para a tropa. O batalhão desenvolveu um programa de condicionamento físico para os policiais, que conta com treinamentos aeróbicos como corridas, caminhadas e treinamento funcional aplicado à função policial. O resultado é um melhor condicionamento dos militares, emagrecimento e mais qualidade de saúde.

As atividades são comandadas pelo professor Soldado Abreu, do Centro de Educação Física e Desportos da PMERJ e tem a participação de vários PMs, que são avaliados mensalmente.  Durante a avaliação são colhidos dados como altura, peso, taxa de gordura, taxa de líquidos, pressão arterial, frequência cardíaca entre outros. Com esses dados, metas são estabelecidas e o treinamento é individualizado.

Bons resultados

Vários policiais já colhem os bons resultados da nova rotina. O Sargento Lacerda, um dos que adotou o novo estilo de vida, pratica musculação e ciclismo. Ele já perdeu 23 quilos e também deixou de ser hipertenso. A Cabo Cristiane passou a se dedicar as corridas junto com o marido e filha. Ela corre diariamente sete quilômetros e já perdeu 20 quilos.

O Sargento Leonardo se tornou representante do batalhão em maratonas depois de perder 34 quilos, restabelecer a saúde e contagiar os amigos a praticarem atividades físicas em um grupo de WhatsApp, onde incentiva e apoia outros policiais. A Cabo Franciely, que faz parte do mesmo grupo, já conseguiu eliminar 17 quilos com as mudanças alimentares e incentivo dos colegas do grupo. Ela deixou o sedentarismo de lado e pratica caminhadas e zumba.

Policiais mantém horta em busca de alimentação saudável

Para complementar o projeto uma horta foi desenvolvida em uma parceria entre a prefeitura da cidade e o batalhão. A horta tem verduras de várias espécies e os policiais podem colher e consumir os produtos – que são cultivados sem agrotóxicos.

Com informações do Terceira Via

unnamed (1) unnamed (2) unnamed (3) unnamed (4) unnamed (5) unnamed (6) unnamed (7) unnamed (8) unnamed (9) unnamed (10) unnamed (11) unnamed (12) unnamed (13) unnamed (14) unnamed (15) unnamed (16) unnamed